Pesquisa

A linha de pesquisa do Dr. Ronaldo envolve principalmente estudos sobre a síndrome de Wobbler (espondilomielopatia cervical), a qual ele é reconhecido mundialmente pelas suas várias publicações. O Dr. Ronaldo é coordenador de um grupo de pesquisa na Ohio State University nos EUA que estuda diversos aspectos da doença, com pesquisas na área de biologia molecular, genética, biomecânica da coluna vertebral, métodos convencionais e avançados de ressonância magnética, tomografia computadorizada, potenciais evocados motores, avaliação computadorizada da locomoção com métodos cinéticos e cinemáticos, morfometria vertebral, marcadores de inflamação e neurodegeneração no líquido cerebroespinhal, e novos tratamentos, incluindo prótese de disco intervertebral (artroplastia discal cervical) para o tratamento de cães com síndrome de wobbler.

Ele é orientador de Mestrado e Doutorado na Ohio State University, com alunos de Mestrado e Doutorado desenvolvendo projetos estudando a síndrome de wobbler em Dobermans e Dogues Alemães.

O Dr. Ronaldo também tem grande interesse na utilização de ressonância magnética no diagnóstico de doenças neurológicas da medula espinhal e encéfalo, e também possui várias publicações na área.