Professor Fala dos Novos Desafios da Neurologia Veterinária Brasileira

Professor Fala dos Novos Desafios da Neurologia Veterinária Brasileira

abr 27, 2012 | Notícias

Entrevista com Prof. Dr. Ronaldo Casimiro da Costa
Revista: Cães&Gatos
Ano: 2011
Edição: 142

Desafios da Neurologia Veterinária no Brasil

Prévia: Ronaldo Casimiro da Costa é veterinário, professor e chefe do serviço de neurologia e neurocirurgia da The Ohio State University, em Columbus, nos Estados Unidos. No dia 17 de março ele ministrará uma palestra “Indicações e vantagens da ressonância magnética na avaliação de doenças encefálicas e medula espinal” num evento organizado pelo Hospital Cães e Gatos 24 Horas, em Osasco (SP).
Em entrevista exclusiva à revista Cães&Gatos, o veterinário explica um pouco mais das diferenças entre a medicina veterinária brasileira e americana e os principais desafios da neurociência.

Confira na integra matéria sobre os desafios da Neurologia Veterinária Brasileira

1 Comentário

  1. Filipe Fonseca

    Em primeiro lugar agradecer pela excelente obra que é o Spinal diseases e pelo autógrafo. Sempre que nosso colega Renato Moran comentava sobre sua qualidade técnica obviamente não tinhamos a menor dúvida, mas o seu didatismo, simplicidade e simpatia realmente são surpreendentes.
    Houve algo que vc. comentou na sua apresentação na UENF em maio passado que para a platéia que era predominantemente de graduandos pode não ter significado muito , mas para mim foi de extrema importância: durante o período que os alunos após o College, estâo diretamente com vcs., são feitas avaliações dos alunos mas o que me chamou atenção foi que vc. comentou que também são feitas avaliaçãoes dos professore pelos alunos (coisa que não é usual e nem bem vista aqui no Brasil). Como é feita esta avaliação e qual o seu valor para a Universidade.
    Na certeza de reve-lo em breve, tudo de bom
    Prof. Filipe Fonseca -UFF/UENF (vulgo Filipão Negão)

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *